Os Maiores Perigos Elétricos

Os Maiores Perigos Elétricos

Com o nosso estilo de vida moderno e a nossa dependência da eletricidade, existem muitos potenciais riscos de segurança elétrica em qualquer casa, escritório ou fábrica.

Felizmente, estes perigos podem ser eliminados ou reduzidos se nos mantivermos conscientes e tomarmos medidas para eliminar os seus perigos, idealmente com a ajuda de um eletricista.

Aqui ficam algumas das maiores fontes de problemas elétricos mais perigosos que podem surgir:

Cablagem Deficiente ou Fios Elétricos Defeituosos

Uma cablagem de boa qualidade que esteja em conformidade com as normas de segurança é vital para a segurança.

A má cablagem pode aumentar as hipóteses de incêndio, picos de energia, falhas de arco, e outras consequências graves.

Por esta razão, é sempre melhor evitar o trabalho elétrico do tipo “faça você mesmo” e conseguir que eletricistas profissionais executem a instalação elétrica da sua casa ou empresa.

Cabos elétricos danificados, gastos, rachados ou corroídos podem aumentar a probabilidade de acidentes elétricos.

Peça a um eletricista qualificado que verifique regularmente a sua cablagem para garantir a segurança da cablagem.

Se precisar, actualize e substitua fios velhos e defeituosos.

Alguns perigos incluem:

  • Ligações soltas ou inadequadas em tomadas elétricas ou interruptores
  • Aparelho de raios ou cordas de extensão
  • Isolamento do fio ou cabo comprimido ou perfurado, que pode ocorrer, por exemplo, a partir de uma perna de cadeira sentada sobre uma extensão
  • Isolamento do fio ou cabo causado por calor, idade, corrosão ou flexão
  • Fios ou cabos sobreaquecidos
  • Aparelhos elétricos danificados
  • Fio elétrico que foi mastigado por roedores

Tomadas Perto de Água

As tomadas nas casas de banho, cozinhas e outras áreas habitáveis com água devem ser instaladas respeitando a distância mínima de segurança.

Como a água conduz eletricidade, manter os pontos de saída longe da água reduz a possibilidade de choque elétrico.

Nunca usar um rádio, secador de cabelo, telefone, ou outro dispositivo na banheira, perto da piscina, ou em qualquer lugar com o chão molhado.

Mãos Húmidas

Os aparelhos elétricos nunca devem ser manuseados com as mãos molhadas, uma vez que isso aumenta a possibilidade de sofrer um choque elétrico.

No entanto, muitas vezes, nós tendemos a alcançar o secador de cabelo com as mãos molhadas fora do duche.

Manter os aparelhos longe de lavatórios, banheiras, chuveiros e torneiras

Deitar Água Em Fogos Elétricos

Um erro comum é verter água em fogos com origem eléctrica.

Se ocorrer um incêndio elétrico, evite deitar água sobre as chamas, pois a água irá alimentar ainda mais o incêndio e poderá causar electrocução.

Mantenha um extintor no local se estiver preocupado com incêndios elétricos e use-o em vez de água em tempos de emergência.

Se não tiver um perto, desligue a sua energia elétrica, evacue a sua casa e chame os bombeiros.

Crianças Pequenas e Curiosas

Os bebés e crianças pequenas tendem a ser extremamente curiosos e ansiosos por explorar o seu mundo.

Embora seja sempre melhor supervisionar sempre as crianças desta idade, pais e adultos que esperam crianças em sua casa podem tomar medidas adicionais para proteger as crianças pequenas.

Qualquer tomada elétrica à sua altura e ao seu alcance pode ser protegida por pernes de segurança.

Estas também podem ser trocadas por tomadas com alvelos duplos e impedir que objetos pontiagudos e dedos afiados entrem na tomada.

Tomadas desprotegidas podem levar a lesões graves.

Extensões

Os cabos de extensão devem ser cuidadosamente fixados, sempre que possível, para reduzir a possibilidade de tropeçar ou de acidente.

Utilizar fechos de tomadas de plástico em tomadas não utilizadas.

Não utilizar cordões de extensão como um substituto permanente para tomadas elétricas adicionais, e evitar usá-los para demasiados aparelhos ao mesmo tempo.

Lâmpadas


Não pensamos muitas vezes nas lâmpadas como sendo de risco elétrico, mas o potencial para um incêndio elétrico surge quando as lâmpadas são mantidas perto de materiais inflamáveis.

Estas podem incluir camas, cortinas, plásticos ou outros artigos, tais como estofos.

As luzes, como todas as fontes de eletricidade, também podem causar choques elétricos, por isso, certifique-se sempre de desligar o interruptor antes de substituir uma lâmpada, e nunca substitua uma lâmpada ou toque num interruptor com as mãos molhadas.

Certifique-se sempre de que utiliza uma lâmpada com a potência correta para evitar o sobreaquecimento.

Cabos e Fios Cobertos

O revestimento pesado dos fios pode provocar o sobreaquecimento dos cabos, o que pode levar a um incêndio elétrico.

Manter os cabos e fios afastados de outros artigos e mantê-los descobertos.

Da mesma forma, certifique-se de que itens como computadores e televisores têm espaço suficiente à sua volta para ventilação, de modo a evitar o seu sobreaquecimento.

Nunca tente reparar aparelhos elétricos por conta própria, contacte sempre um eletricista certificado.

Verifique regularmente se os seus eletrodomésticos têm interruptores avariados, fichas e fios desgastados.

Evite sobrecarregar os quadros elétricos com demasiados aparelhos ao mesmo tempo.

Por exemplo, se tiver um aquecedor ligado à placa de alimentação, desligue-o antes de usar o secador de cabelo.

Nunca picar nada num aparelho enquanto este estiver ligado ou em uso.

Usar sempre extensões de exterior fora de casa.

Certifique-se de que as suas mãos estão secas antes de tocar nos interruptores ou aparelhos elétricos.

Antes de limpar áreas como a cozinha, casa de banho ou lavandaria, certificar-se de que todos os aparelhos estão desligados.

Uma das melhores formas de reduzir o risco de morte por choque elétrico em sua casa é instalar um interruptor de segurança, também chamado interruptor diferencial.

Contudo, nunca tente fazer qualquer trabalho elétrico por conta própria.

Se pensa que há perigos presentes em sua casa, contacte um eletricista credenciado para o ajudar a resolvê-los.

Artigos Relacionados